Qualificada para o futuro

12/05/2012 09:51

Aline Poggi Lins de Lima (*)

 

Passados exatamente um ano do início das aulas do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, eis que chega o grande momento: a qualificação do meu projeto de dissertação.

Um momento muito esperado e comentando pela Turma 2011, na maior parte do período no qual cumprimos as disciplinas obrigatórias e optativas, fundamentando o caminho para chegada do grande dia. Entre os alunos surgiam os comentários: “Estou ansiosa(o)!”; “Não vejo à hora de chegar esse momento!”; “Será que eu vou receber muitas críticas?!”; “A metodologia está condizente com o projeto!?”. Muitos comentários compartilhados e experiências trocadas.

Já entre nossos professores, o discurso era o mesmo quando se falava na qualificação: “Não se preocupem, o dia da Qualificação é como uma reunião de trabalho!”. Mas quem escutaria estas frases, em meio às inseguranças e anseios? Eis que continuamos a contar os dias, semanas e meses para apresentar o projeto sobre o qual ficamos debruçados, pesquisando, escrevendo e reescrevendo, às vezes perdendo tudo e começando de novo!

No dia 28 de março de 2012, chegou o meu dia! Estavam presentes, compondo a mesa examinadora a minha orientadora e “guia”, Profª. Drª. Isa Maria Freire; como membro externo, a Profª. Drª. Aida Varela Varela da Universidade Federal da Bahia; e como membro interno, o Prof. Dr. Júlio Afonso de Sá Pinho Neto, do PPGCI da UFPB. Além dos professores, estiveram participando deste que foi um grande momento para mim, grande parte dos meus companheiros de jornada!

Então, deu-se início ao momento em que tudo o que tinha sido pesquisado e escrito seria exposto à avaliação, críticas e sugestões dos avaliadores. E naquele momento, eu precisaria transmitir da melhor maneira possível minhas ideias de pesquisa, de modo a obter da banca toda a contribuição que os experientes avaliadores poderiam dar ao projeto.

Concluída a exposição, começaram as observações dos avaliadores e suas contribuições e críticas. Tive a imensa sorte de ter em minha banca pessoas iluminadas e com vontade de fazer Ciência. Os professores foram extremamente generosos com a minha pesquisa, contribuindo com análises, referências e me motivando à continuidade do projeto.

Com sugestões expressadas e questões esclarecidas, chegou ao fim esta fase importantíssima para desenvolvimento da minha dissertação. E as contribuições — inestimáveis! —, me ajudarão a desenvolver uma pesquisa muito mais rica, teórica e metodologicamente.

Da vivência e experiência, ficou uma certeza: o momento da qualificação do projeto de pesquisa realmente é um evento de compartilhamento, quando pesquisadores experientes discutem e motivam os aprendizes de pesquisa para realização de seus projetos. Mas, de fato, certamente antes de uma banca de qualificação sempre existirá a ansiedade, o temor do que virá, mas, por fim, a sensação do dever cumprido.

 

 

(*) Bacharel em Administração. Mestranda em Ciência da Informação no PPGCI da UFPB. Bolsista CAPES. Editora do blog De olho na CI.