Ferramenta para Web Marketing

05/11/2019 08:59

Fabiana Teixeira Dovier*

 

Resenha de: LOPES, S. J.; VIANA, J. M. A. Gerenciamento empreendedor de Bibliotecas digitais: SEO como ferramenta para Web Marketing. Informação & Tecnologia, v. 5, n. 1, jan./jun. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/itec/article/view/38464/22110. Acesso em: 05 out. 2019.

 

Em sua pesquisa, os autores analisam a importância do gerenciamento de Bibliotecas digitais através de um novo olhar tecnológico indagando quais as características empreendedoras essenciais para trabalhar em conjunto com as ferramentas do SEARCH ENGINER OPTATION (SEO). O foco está no alcance de bons resultados na plataforma digital, por meio da construção do conhecimento atrelado a aplicação do web marketing em sincronia com as atividades empreendedoras.

Dentro desse entendimento, o objetivo é diagnosticar quais as melhores estratégias para qualificar as práticas bibliotecárias, no intuito de potencializar seu produto, partindo da perspectiva das transformações tecnológicas pós-guerras e das modificações comunicacionais entre as relações humanas, enfocando também, a atuação das bibliotecas além das abordagens clássicas apresentadas por Taylor e Fayol.  

A pesquisa explana a função do SEO como ferramenta integradora das bibliotecas digitais, enfatizando as estratégias auxiliadoras para o aprimoramento das funções bibliotecárias nos espaços virtuais, com a utilização do sistema de recuperação da informação, verificação do serviço de uso, tráfego da internet, sites web, indexação, tags (etiquetas virtuais), dentre outros. Revela-se, assim, que a atividade empreendedora no ambiente web não consiste apenas na criação de um site ou aplicação de um único padrão, pois, de acordo com Gimenez (2008), o empreendedorismo é uma ação humana complexa devido às influências sociais, políticas e econômicas.

Nesse sentido, o empreendedorismo é compreendido como um identificador de oportunidades, quando atrelado ao Composto do Marketing, através da aplicação dos 4Ps (produto, promoção, preço, praça) no universo das plataformas digitais, focando na promoção de produtos e serviços on line, propiciará a valoração dos mesmos.

Destarte, Peruzo (2002), explica que o web marketing é uma ferramenta contemporânea de comunicação, que busca recursos direcionados a interatividade objetivando a satisfação rápida dos usuários em potencial, para possibilitar o acesso ilimitado de múltiplos conhecimentos disponibilizados em links de conteúdo.

Portanto, a pesquisa aprofunda o pensar administrativo de forma diferenciada, geradora de recursos para o retorno de captação dentro do planejamento financeiro, assumindo ações de serviços para alcançar objetivos de acordo com os prazos estabelecidos. E mais, enfatiza que a utilização das ferramentas do SEO na biblioteca digital é de suma importância para o gerenciamento de qualidade através dos mecanismos de pesquisa, rastreamento de indexação, publicação, programas de busca intitulados robô, bot, spider, conhecidos como organizadores de categorias que possibilitam o processo de indexação, assim como o  webcrawer,  indexador automático que tem a função de gerenciar uma  página web.

Diante do exposto até aqui, compreende-se que o conjunto de estratégias web marketing, em consonância com as atitudes empreendedoras, viabilizam soluções inteligentes para aprimorar as atividades bibliotecárias no ambiente digital.

No âmbito dessa abordagem cientifica, é notória a preocupação com a definição das ferramentas corretas para a construção estratégica no universo do conhecimento eletrônico que possa ajudar na atuação do bibliotecário diante de tantos desafios tecnológicos.

Nesse contexto, a vasta gama de fluxo informacional requer visão empreendedora para solucionar problemas informacionais, indo além de organizar, recuperar e disseminar informações para suprir as necessidades dos seus clientes, verificando a quantidade e qualidade das informações, utilizando links para obter o feedback dos usuários, atuando como indicadores de fidelização para personalização de acesso informacional, de acordo com o interesse de cada usuário.

Vale a pena ler o artigo completo, para conhecer a discussão empreendida pelos autores.

 

* Aluna do Bacharelado em Biblioteconomia da Universidade Federal da Paraíba